Conversando sobre artes marciais japonesas - Parte 9

Olá!

(^_^)

Sempre é bom relembrar...

Bujutsu...

“... denota treinamento técnico realizado nas antigas escolas japonesas (Koryū) de artes marciais destinado a “vencer/matar outro(s) homem(ns) no campo de batalha”.

Enquanto, Budō...

“... implica em “criar elementos úteis à sociedade com uma retidão marcial”.

Ainda para reforçar a memória, “usar o termo Bujutsu para designar qualquer arte marcial praticada em nossos dias é algo completamente fora de contexto histórico”.

Então senhores, sem muita reflexão, dá para responder de “bate pronto” o que praticamos nos dias de hoje!

Ah! Quase esqueço...

, a “via”, o “caminho”, (...) significa (...) "modo de vida" (...). Expressa que (...) as artes marciais japonesas preparam as pessoas para todos os aspectos da vida social e não apenas para a guerra no campo de batalha.”

Enfim, as “Jutsu” e sua filosofia já não são vigentes, o “Dō” segue sendo importante...

E por falar em “Dō”, acredito ser interessante entender as suas divisões (embora nem sempre isso aconteça).

Dō está dividido em “Ryū” e “Ha”... e é trabalhado e difundido pelas “Kan” e “Kai”.

Ryū nada mais é do que formas distintas de pensar e praticar o Dō.

Se pegarmos o Karatedō como exemplo, teríamos como Ryū, ou correntes, vulgarmente traduzido como “estilos”, o Gōjūryū[1], o Shitōryū[2], o Wadōryū[3], o Shōrinryū[4], etc... Contudo, esta regra não é linear... o Shōtōkan[5], por exemplo, tornou-se o nome de uma "corrente", do "estilo" em si mesmo. 

De forma simples... o conceito Dō origina o conceito Ryū: 道 -> 流.

Kanji: 流
Kana: りゅう
Rōmaji: Ryuu
Hepburn: Ryū

Kanji que é traduzido como:

流 RYŪ [りゅう] (riúú): “corrente”, “estilo de”, “método de”, “maneira de”.

Como a influência pessoal dentro de tudo que fazemos está sempre presente, muitas vezes estas interpretações pessoais geram alterações nos Ryū. Sendo assim, a estas visões particulares, sobre determinada corrente, é o que se conhece por “Ha”.

O conceito Ryū origina o conceito Ha: 流 -> 派.

Kanji: 派
Kana: は
Rōmaji: Ha
Hepburn: Ha

Kanji que é traduzido como:

派 HA [は] (rá): “grupo”, “facção”, “escola”.

Kan (antigo "Kwan") se refere as escolas originais mais antigas (como o Shōtōkan[6], por exemplo).

Kanji: 館
Kana: かん
Rōmaji: Kan
Hepburn: Kan

Kanji que é traduzido como:

館 KAN [かん] (cân): “casa”, “construção”, “prédio”.

Por volta de 1940 este termo, Kan, foi ampliado para Kai.

Kanji: 会
Kana: かい
Rōmaji: Kai
Hepburn: Kai

Kanji que é traduzido como:

会 KAI [かい] (cái): “associação”, “sociedade”, “clube”.

De uma forma geral, os propósitos de Kan ou Kai eram/são administrar as diretivas de um sistema (corrente/estilo/Ryū), delegar representantes, determinar procedimentos, gerar "standards"[7], reconhecer graduações e Menjō[8]

Sendo assim, podemos dizer que Kan e Kai estão diretamente conectados aos Ryū.

Nota Importante:

Em livros antigos japoneses sobre Artes marciais era (e é) comum encontrar Kan escrito como Kwan, o mesmo ocorre para Kai, frequentemente escrito como Kwai. Porém, na língua japonesa atual estas palavras são escritas Kan e Kai.

Pontos a considerar: 

(1) Nem sempre Dō é dividido, não vemos Ryū ou Ha dentro do Jūdō, por exemplo.

(2) O termo Sōke[9] está diretamente ligado aos antigos Ryū ou "famílias", portanto utiliza-lo para designar alguém que não seja o líder de uma família de “Tradição Guerreira” é errado.

--------
Notas:

[1] 剛柔流 [ごうじゅうりゅう] Gōjūryū (gôô-djúú-riúú) Estilo suave e forte. Gōjūryū é o estilo de Karatedō desenvolvido por Chōjun Miyagi (1888-1953). 

[2] 糸東流 [しとうりゅう] Shitōryū (xi-tôô-ríúú) Estilo de Itosu e Higaonna. Shitōryū é o estilo de Karatedō desenvolvido por Kenwa Mabuni (1889-1952).

[3] 和道流 [わどうりゅう] Wadōryū (úádô-ríúú) “Estilo do Caminho da Harmonia. Wadōryū é o estilo de Karatedō desenvolvido por Hironori Ōtsuka (1892-1982). 

[4] 小林流 [しょうりんりゅう] Shōrinryū (xôôrin-riúú) Estilo Shàolín. Shōrinryū é o estilo de Karate desenvolvido por Sōkon Matsumura.

[5] 松濤館 [しょうとうかん] Shōtōkan (xôôtôôcán) Casa de Shōtō. Shōtōkan é o estilo de Karatedō desenvolvido por Gichin Funakoshi (1868-1957). Shōtō [ondas nos pinheiros] era o pseudônimo utilizado por Funakoshi para assinar seus poemas). 

[6] É muito frequente ver escrito a expressão Shōtōkan-ryū quando se referindo ao estilo. Uma vez que o conceito Kan engloba o significado de Ryū, parece ser apenas uma utilização redundante de Ryū para forçar a ideia de "estilo" ou para diferenciar da escola original. 

[7] Standards - padrões, modelos. 

[8] 免状 [めんじょう] Menjō (mêndjôô) "certificado". 

[9] 宗家 [そうけ] Sōke (sôôquê) "chefe de uma família ou clã", "fundador de algum estilo (antigo) de arte marcial".



--------
Denis Andretta
Porto Alegre/RS
5 de março de 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.