Conversando sobre artes marciais japonesas - Parte 5

Olá!

(^_^)

Vamos a nossa “Check-list” de Hoje...
  1. Nihongo (Kanji, Kana e Rōmaji) => OK
  2. Sistema de Romanização (Hepburn) => OK
  3. Sem artigo, gênero e plural => OK
Bom... acredito que com isso já estejamos em condições de falarmos (até que enfim!) sobre artes marciais. Para isso, nada melhor que começar com a etimologia das palavras...

O termo escolhido para hoje é o Karatedō! \(^_^)/

Kanji: 空手道
Kana: からてどう
Rōmaji: Karatedou
Hepburn: Karatedō

Portanto, temos:

空 + 手 + 道
KARA + TE + DŌ

Vejamos o significado de cada Kanji separadamente:

空 KARA [から] (cárá): “vazio(a)”;
手 TE [て] (tê): mão(s);
道 DŌ [どう] (dôô): caminho(s), via(s).

Possíveis traduções literais:

Vazias + Mãos + Caminho
Vazias + Mãos + Via

Sendo assim, Karatedō quer dizer: 

空手道 KARATEDŌ [からてどう] (cárátêdôô): caminho das mãos vazias, via das mãos vazias.

Não esqueça que a tradução individual de cada Kanji, e da palavra como um todo, embora literal, sempre abarca uma “ideia” (ideograma... lembra?) e que para que esta ideia seja entendida a questão “contexto” é fundamental.

Sendo assim, em outro momento, voltarei ao assunto para abordar estas questões.

Denis Andretta
Porto Alegre/RS
5 de fevereiro de 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.