Osu... Significado, transcrição e muita confusão!

"Antes de entrar propriamente no assunto Osu precisamos entender algumas coisas:
  • Devemos utilizar um Sistema de Romanização para transcrever os Kanji e Kana japoneses.
  • Em se tratando de Língua Japonesa não podemos, nem devemos, confundir "forma escrita" com "forma falada".
  • Não podemos abordar um termo japonês sem apresentar a sua grafia, tradução e interpretações possíveis.
  • A falta de pesquisa gera erro de conceitos, traduções e interpretações.
  • Erros de conceitos, traduções e interpretações geram erros de instrução.
  • Erros de instrução são passados de geração em geração.
  • Hoje é simplesmente impossível determinar o número de informações erradas que estão sendo difundidas como corretas. 
  • Nada substitui a pesquisa e o estudo das matérias relativas a arte que praticamos.
  • A pesquisa não é privilégio de alguns, está acessível a qualquer pessoa, com qualquer nível cultural ou técnico.
  • Não é vergonha não saber; vergonha é criar mitos, falsas expectativas, interpretações particulares de determinados fatos culturais ou históricos para mascarar a falta de conhecimento efetivo.
  • Todos querem ensinar algo, todos querem ser "Sensei", mas raros são aqueles que querem realmente aprender. 
Esclarecidos estes “detalhes”, vamos ao tema principal.


Quando utilizamos um sistema de romanização (e eles devem ser utilizados sempre) para os Kanji e para os Kana japoneses a grafia das expressões "Oss", "Onegaishimassu", e muitas outras... estão erradas (sabemos que estas formas estão amplamente divulgadas por toda a Internet... mas estão erradas!).
“O errado é errado mesmo que todo mundo faça e o certo é certo, ainda que ninguém faça”.
O correto é Osu e Onegaishimasu.

Como os Kanji não oferecem qualquer pista a respeito de como são escritas as palavras usando o nosso alfabeto (pistas cruciais para se poder fazer uma "romanização" ou transcrição fonética oficial japonesa) é necessário saber COMO os ideogramas são escritos em silabários. Portanto, devemos passar os Kanji (ideogramas) para Kana (silabários). Como faço isso? Hoje em dia, qualquer um que tenha um mínimo de interesse, encontra estas informações com meia dúzia de cliques no mouse!

Osu
  • Kanji: 押忍 (forma escrita)
  • Kana/Hiragana: おす (silabário) e
  • Pronuncia: "Ôss" (forma falada).

Onegaishimasu
  • Kanji: お願いします(forma escrita)
  • Kana/Hiragana: おねがいします (silabário) e
  • Pronuncia: "Ônêgáiximáss" (forma falada).
Quando escrita em Kana, a palavra Osu esta é composta por dois caracteres: おす ("O" e "SU") respectivamente. Já deixando claro qual é a transcrição fonética correta: OSU.

Mas... (sempre tem um "mas") o que a maioria não sabe (por motivos já mencionados) é que o "u" final das palavras japonesas "geralmente" é mudo (não se pronuncia).

Ou seja, mesmo que a transcrição fonética correta seja "Osu", pronunciamos "Ôss"!

Menos mal, hein?! A "coisa" então não está tão mal, como apontariam alguns!

Assim, ao FALAR dizemos "Ôss" (mas NUNCA "Ossi" [como vemos por aí] - esse está mesmo "fora de questão"!)... e escrevemos OSU (NUNCA "OSSU" [como vemos por aí]!

Já lemos afirmações de que Osu seria a abreviação das expressões Onegaishimasu ou Ohayō gozaimasu...

Será que há algum fundamento nestas informações que estão largamente divulgada em livros, sites, etc?

Segundo os autores de tais teorias, o processo de daria mais ou menos assim: "Osu [おす] = Onegaishimasu [ねがいしま]" ou ainda, "Osu [おす] = Ohayōgozaimasu [はようございま]"... (o_0)

Embora pareça bastante lógico, isto não está correto... porque, infelizmente, o Hiragana é utilizado aqui somente para deixar claro os fonemas das palavras envolvidas na discussão.

Em japonês correto as palavras são escritas Osu, 押忍, e Onegaishimasu, お願いします... palavras que são compostas por Kanji e Kana (neste caso específico Hiragana), fato que deixa claro que tratam-se de expressões diferentes...

Portanto, Osu [押忍] É DIFERENTE DE Onegaishimasu [お願いします] e de Ohayō gozaimasu [お早うございます]. Cada uma das expressões possui seu significado e utilização própria.

Como já é o costume... vamos ver o significado das expressões e fazer alguns comentários explicativos:

A palavra Osu é formada por dois Kanji: 押忍
  • O (osu) [押]: "fazer, apesar de tudo", "forçar", "empurrar", etc...
  • Su (nin, shinobi) [忍]: "agüentar", "suportar", "sacrificar-se", etc...
Portanto, o emprego de Osu no meio militar tinha/tem o sentido de "Sim, senhor!", "Esforçar-me-ei!", "Farei o que me é mandado (apesar de tudo)" e assim por diante.

No meio marcial, Osu é usado para responder a uma solicitação ou comando de um instrutor ou superior hierárquico, ou ainda, saudar companheiros de treino. Contudo, no Japão a expressão Osu é muitas vezes preterida e substituída por um simples Hai, はい, o equivalente de “Sim, entendi”.

No contexto marcial, o uso de Osu não está correto nas seguintes circunstâncias:
  • Entrar e sair do Dōjō;
  • Saudar superior hierárquico.
Contudo é completamente válido para:
  • Responder a uma solicitação ou comando de um instrutor ou superior hierárquico;
  • Saudar companheiros de treino.
Decompondo a expressão Onegaishimasu temos:
  • O [お]: "prefixo de educação" - não tem tradução;
  • Negai (gan, negai) [願い]: "pedido", "desejo";
  • Shimasu [します]: "sufixo de educação" - não tem tradução.
"Onegaishimasu", literalmente significa exatamente "faça(-me) um pedido", a sua tradução, portanto, é "faça-me um favor" ou "por favor". É uma expressão de cordialidade extremamente simples utilizada no dia a dia japonês.

Analisando por partes a palavra Ohayōgozaimasu encontramos:
  • O [お]: "prefixo de educação" - não tem tradução;
  • Hayō [早う]: "madrugar, levantar-se cedo, ser cedo";
  • Gozaimasu [ございます]: "sufixo de educação" - não tem tradução.
Para os que afirmam que Osu é a abreviação ou contração da palavra "Ohayōgozaimasu", vale a mesmíssima explicação dada a Onegaishimasu, com exceção que a tradução para "Ohayōgozaimasu" é "cedo" - é utilizada pelos japoneses para dar "bom dia" entre 05:00 e 10:00 horas da manhã.

Ah! Outra coisa muito vigente em nossos dias é a afirmação "foi assim que os meus mestres disseram que era", etc... e tantas outras justificativas que advém da falta de estudo efetivo...

Sendo assim, de fato, a palavra Osu não é a abreviação ou ainda, a contração de "Onegaishimasu" ou Ohayōgozaimasu como costumam afirmar muitas fontes de pesquisa.

Se uma pessoa não leciona, não há qualquer problema quanto a não pesquisar coisa alguma. Mas se alguém que se intitula "instrutor", "treinador" ou "Sensei"... não pode se dar a este "luxo"...

Acreditamos que agora não restem dúvidas sobre a forma correta desta palavra, tanto escrita quanto falada e, da mesma forma, sobre seu significado e utilização."

Osu!
Denis Andretta 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Destaque

Entrevista com Kenzō Mabuni

Kenzō Mabuni 1. Quando teu pai começou a praticar Karate? Quando tinha 13 anos.  2. Quem foram seus professores? Itosu Sensei e Hig...